Jovem vive profecia recebida aos 9 anos: “Deus disse que eu dirigiria uma escola”

  • 13/10/2021
Jovem vive profecia recebida aos 9 anos: “Deus disse que eu dirigiria uma escola”
Jovem vive profecia recebida aos 9 anos: “Deus disse que eu dirigiria uma escola” (Foto: Reprodução)

Quando Rachel Herweynen tinha apenas nove anos, Deus revelou que ela teria uma escola para administrar e que poderia acolher qualquer criança, mesmo que os pais não tivessem condições de pagar pelos estudos.

Na ocasião, a menina vivia com a família de 11 membros, nas Filipinas. A revelação divina foi para Rachel uma resposta a uma injustiça que viveu. Ela conta que, quando estava na quarta série, os pais a transferiram para uma escola particular e uma amiga não pôde ir por questões financeiras”, lembrou.

“Eu simplesmente senti uma injustiça, mas Deus apaziguou esse sentimento colocando um sonho em meu coração. Ele disse: por esta razão você dirigirá uma escola”, compartilhou. 

Trajetória até o tempo da realização

O tempo passou, Rachel estudou Artes e Comunicação na Universidade das Filipinas. Em fevereiro de 2011, se mudou para Melbourne, na Austrália, para concluir um mestrado em Ensino, na Deakin University, e em julho do mesmo ano ela conheceu seu futuro marido, Cameron.

Aos 28 anos, com apenas quatro anos de experiência como professora primária, ela se inscreveu para dirigir a Gawa Christian School, na Ilha de Elcho, entre o povo Yolngu, que ela agora considera sua família. 

O casal foi “adotado por uma família Yolngu [Hannah e Alvin] que passou a chamar os dois de “irmãos”. Durante o primeiro ano em Gawa, Rachel trabalhou como diretora de ensino e Cameron como gerente. 

“Foi lindo e, principalmente naquele primeiro ano, eles nos visitaram quase todas as noites, nos ensinaram um pouco do idioma e Hannah sempre teve orgulho de nos apresentar à família deles”, lembra Rachel. 

(Foto: Reprodução)
Cameron e Rachel com Hannah, Alvin e seus três filhos na Ilha de Elcho. (Foto: Reprodução/Eternity)

“Adotados em Amor”

Raquel começou a refletir sobre o conceito de adoção na Bíblia e fez um paralelo com a forma como ela e o marido foram recebidos e “adotados” pelos Yolngu. 

“Cameron pode chamar o Alvin de pai”, disse ao se referir a Warramiri Daymangu Bukulatjpi, conhecido como “Ancião” ou apenas “Velho”. Inspirada nas providências de Deus em suas vidas, ela então escreveu um livro infantil com o título “Adotados em Amor”. 

O livro permitiu que Alvin articulasse a sua fé de maneira profunda, conforme a autora. Ela conta que o Velho conseguiu o apoio de uma equipe de tradutores, financiada pela Sociedade Bíblica e o livro foi traduzido para o seu idioma. A obra inclui alguns versículos bíblicos, entre eles João 1.12 e Gálatas 4.6. 

Depois de quase cinco anos em Gawa, dirigindo uma escola conforme a revelação de Deus em sua infância, Rachel e seu marido sentem que sua fé foi fortalecida ao compartilhar a vida com sua família adotiva Yolngu. “Eu definitivamente me sinto muito mais perto de Deus aqui”, ela disse.

“Apesar dos momentos difíceis, acho que nunca me senti mais viva”, ela conclui. A renda da venda do livro será revertida para a comunidade com o objetivo de incentivar futuros trabalhos de tradução no futuro.

(Foto: Reprodução)
Rachel e Cameron com Alvin, segurando o livro que foi traduzido em seu próprio idioma. (Foto: Reprodução Eternity)

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/jovem-vive-profecia-recebida-aos-9-anos-deus-disse-que-eu-dirigiria-uma-escola.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes